Monday, March 27, 2017

Agora o Waze vai te lembrar de acender os faróis nas rodovias

Se você é motorista no Brasil, já sabe que é obrigatório dirigir com farol baixo aceso nas rodovias do país. Porém - quantas vezes já esqueceu de acender os faróis? Para lhe ajudar a dirigir com maior segurança e evitar multas, o Waze libera hoje uma nova função: lembrete de acender faróis nas rodovias (Android só, iOS esperem novidades).

Como funciona

Se você colocou um destino no Waze, está seguindo a rota sugerida, e essa rota inclui rodovias, o aplicativo lhe avisará 200-300 metros antes de chegar à rodovia que tem obrigatoriedade de acender faróis.



O aviso aparecerá somente uma vez por sessão, mesmo que tenha mais de uma rota na mesma sessão. A função está ligada por padrão, mas você sempre pode desligá-la desde as configurações, em Menu > Configurações > Conf. de exibição > Alertas na rota > Acender faróis.

O aviso de acender faróis será dado não somente com um aviso visual, mas por voz também.

Graças à comunidade
Essa função foi desenvolvida graças à comunidade de usuários do Waze. A informação das rodovias onde esse aviso deve aparecer é fornecida pelos editores de mapa locais.

Você também pode colaborar!


Agora sim, dirija pelas rodovias, com segurança e sem multas!

Wednesday, March 22, 2017

Waze Carpool: Próxima parada, Brasil!

No dia 22 de março, o Waze participou do Google4Brazil, um evento inspirador organizado pelo Google para falar sobre o mercado brasileiro e compartilhar algumas notícias e insights locais.

Di-Ann Eisnor, Diretora de Growth do Waze, estava no palco para fazer um anúncio incrível. Como o Brasil tem se mostrado um laboratório e a porta de entrada para produtos e recursos inovadores, o país foi escolhido para ser o próximo a oferecer o Waze Carpool.



Durante anos, milhões de Wazers ajudam uns aos outros a fugir do trânsito pelas rotas mais rápidas. Uma vez que tantas pessoas já estão usando Waze para ir para o trabalho, por que não ajudar outra pessoa que está indo para a mesma direção? É essa ideia do Waze Carpool. Dirigir juntos vai economizar dinheiro, poupar tempo e diminuir a quantidade de carros na rua, além de ser mais divertido do que ir sozinho.

Além disso, os Wazers brasileiros estão nos ajudando a tornar a experiência de navegação mais segura e a melhorar ainda mais a mobilidade urbana. As cidades desempenham um papel fundamental nessa mudança, tornando-se um campo de testes para soluções que estão sendo replicadas em outros lugares. É por isso que trazer o Waze Carpool para o Brasil é crucial. Vai Brasil!




Como funciona o Waze Carpool?
Waze Carpool conecta motoristas e passageiros com rotas parecidas, analisando os seus seus endereços de casa e do trabalho. Por causa dos recursos avançados de mapeamento do Waze, o app combina parceiros de carona da mesma rede local de usuários, facilitando o a caronas de vizinhos e de colegas que você conhece ou ainda não conheceu. Além disso, minimiza a pegada de carbono e apoia um futuro mais ecologicamente correto e com menos carros na estrada.

Estamos trabalhando junto com nossos parceiros de Connected Citizen Program para definir tudo para que a primeira cidade que receba a iniciativa, que deverá ser lançada esse ano. Então, fique ligado!

Para mais informações sobre o Waze Carpool, acesse www.waze.com/carpool.

Tuesday, March 14, 2017

Agite a estrada com o Waze e Spotify

O que faz com que uma viagem de carro se torne divertida? Se você nos perguntar, diremos que é a música!

É por isso que hoje estamos supe contentes em anunciar que o Waze e o Spotify estão se juntando para trazer suas listas de reprodução favoritas do Spotify diretamente para o aplicativo Waze. Prepare-se para deixar sua rota diária, sua próxima viagem, aquela escapada de fim de semana - ou até mesmo um engarrafamento - bem mais animados.

Com o Waze, você é guiado pela navegação mais confiável. E agora, graças ao Spotify, suas playlists incríveis (e até mesmo aquelas embaraçosas que você preferiria ouvir com as janelas fechadas...) estão todas na mesma tela. Você não precisa mais ficar trocando de aplicativo ou pausar sua música favorita na hora de enfrentar o trânsito para encontrar o caminho mais rápido para o mercado.

A partir de hoje e ao longo das próximas semanas, o recurso começa a ficar disponível para usuários Android (Wazers do sistema iOS: vamos mantê-los informados!).

A integração entre o Waze e o Spotify permite que você:

  • Comece a navegar com o Waze dentro do Spotify
  • Acesse suas listas de reprodução do Spotify no Waze
  • Alterne facilmente entre aplicativos com um toque, para uma experiência de navegação e audição sem pausas



Como funciona -

Do Waze
O ícone do Spotify é visível no Waze se o Spotify já estiver instalado no seu aparelho. Um toque abre o Spotify e a última música que você ouviu começa a ser reproduzida automaticamente. A sua experiência de navegação Waze é ininterrupta (ê!).



Do Spotify
O ícone do Waze está localizado na parte superior da tela do modo de direção do Spotify se o Waze já estiver instalado no aparelho. Toque para iniciar a navegação, e a sua música continua a ser reproduzida em segundo plano. Voltar para o Spotify é fácil e com apenas um toque.



Nota importante: o Waze quer que você fique seguro, então o aplicativo impedirá os motoristas de navegar nos aplicativos enquanto o carro estiver em movimento.

Agora é hora de montar aquela sua playlist "Calor 2017" no Spotify e agitar a sua rota.

Tuesday, February 14, 2017

Post convidado: Como as editoras do mapa do Waze promovem a contribuição social feminina

Por: Caroline S. Guerra, usuária do Waze, Brasil.


Poder participar de uma comunidade que tem como foco o colaborativo e que, a partir dela, podemos desenvolver várias ações que de algum modo possam trazer benefícios à sociedade é simplesmente entusiasmante e maravilhoso.

Diferente de muitos relatos acerca de que um ambiente predominantemente masculino pode se mostrar hostil para as mulheres, a Comunidade Brasileira do Waze tem, de fato, um outro cenário.

A predominância de editores do sexo masculino é bastante notória, e o percentual de participação de mulheres como editoras é bem inferior. Embora muitas utilizem a tecnologia do aplicativo, poucas participam de alguma forma da construção dele, existindo uma reciprocidade baixa quanto à colaboração nas edições de mapa.

Objetivando mudar a realidade, a comunidade resolveu, por conta própria, desenvolver um projeto com diversas ações para aproximar as mulheres ao aplicativo (comunidade).

Tudo começou com um post no fórum da comunidade que visava estudar como tornar o Waze mais amigável para as editoras. Tal discussão foi essencial, pois muitas editoras encontraram ali a oportunidade de ter voz e encorajavam-se a “falar”. Dessa discussão no fórum da comunidade foi desenvolvido um planejamento com objetivos, metas e ações a serem implementadas no que acabaria de se tornar um projeto denominado “Mulheres no Waze Brasil”.

Assim, formamos um grupo do projeto e no início de 2016 foram iniciadas as ações. Para resumir podemos citar algumas, como, por exemplo, o envio de Mensagens Privadas (MP) para cada editora que identificávamos, inserindo a sugestão de participar de uma pesquisa voltada para editoras e de participar do grupo do Whatsapp e/ou Hangouts “mulheres no waze”, o qual foi criado para discutirmos vários assuntos desde edição até assuntos corriqueiros de mulheres, visando uma melhor aproximação. Até agora enviamos PMs para 451 editoras.

Também realizamos um encontro, via Hangouts, com as editoras; criamos uma logo do grupo das Editoras Waze Brasil, a qual foi inserida em algumas assinaturas no fórum; divulgamos nas redes sociais mantidas pela comunidade posts referentes às datas comemorativas nacionais para o público feminino; também divulgamos nosso projeto e a nossa realidade em blogs voltados para o público feminino que enfrentam essa mesma realidade. Tudo isso visando aproximar e incentivar a participação feminina na comunidade Waze.

Entretanto, constatamos que o intuito vai muito além de acolher mais mulheres na comunidade do Waze: o nosso interesse final é, principalmente, a contribuição social que podemos alcançar, utilizando o Waze como instrumento.

Portanto, para tentar mudar uma realidade basta uma ideia e colaboradores entusiastas. O que faz mover o mundo são as ações…movam-se!

Foram (e são) muitas ações desenvolvidas, e o mais legal e importante é o apoio de toda a comunidade no projeto e do entusiasmo das editoras com a ideia do projeto - sem esse apoio o projeto não conseguiria ir a adiante.

Monday, December 19, 2016

Com o Waze, saiba como evitar o trânsito das festas

Neste ano, use o Waze como seu planejador de viagens pessoal e aproveite a energia das festas sem perder a cabeça no trânsito.


Para muitos, o período de Natal e Ano Novo trazem celebrações e felicidade. Porém, elas vêm acompanhadas de um trânsito muito acima do normal em várias áreas da cidade.


Com o espírito de celebrar mais e se estressar menos, trazemos algumas estatísticas do último Natal que podem lhe ajudar a tomar decisões para os próximos dias.


Saiba quando evitar suas viagens às diferentes destinações

Grande São Paulo

Rio de Janeiro

Brasil geral


Na véspera do Natal, os Brasileiros fizeram 25% menos trajetos a shoppings em comparação com dias comuns do mês de dezembro. Mas isso ainda é menos que os mexicanos, que fizeram 40% menos trajetos. Os americanos fizeram 38% a mais e os canadenses, 27%.


Quanto às compras de última hora no supermercado, os brasileiros fizeram 34% trajetos a mais, enquanto que os canadenses fizeram mais 92%.

E você, quanto dirige durante as festas?

Feliz Natal para todo o povo Wazer!


Tuesday, September 13, 2016

Os melhores e piores lugares para dirigir, segundo Índice Waze

Qual é o melhor lugar no mundo para dirigir? E onde se curte menos estar atrás do volante?


Waze anuncía hoje pelo segundo ano consecutivo o seu Índice de Satisfação do Motorista, que analisa a experiência de condução de milhões de usuários do Waze em 38 países e 235 cidades, e que dá pontuação de satisfatória (10) a muito ruim (1). Apesar do Waze contar com mais de 65 milhões de usuários ativos em todo o mundo, o estudo concentra-se em países e cidades com mais de 20 mil usuários ativos por mês, o que garante a precisão dos dados e comparações justas entre os países.




O Índice de Satisfação do Motorista do Waze considera seis atributos, quantitativos e qualitativos, para mostrar como é dirigir em uma variedade de cidades e países ao redor do planeta.


Fatores chave da condução:


  • Trânsito: densidade e severidade.
  • Qualidade: qualidade das vias e infraestrutura.
  • Segurança nas vias: densidade de acidentes, obstáculos e condições do clima.
  • Serviços ao motorista: acesso à estações de serviço e estacionamento simples.
  • Socioeconômico: acesso a carros e impacto do preço do combustível.
  • Wazeyness: satisfação e ajuda da comunidade Waze (medido pelos agradecimentos aos alertas de outros motoristas, e pelos estados de ânimo selecionados pelos usuários no aplicativo).



Quem são as estrelas? Pelo segundo ano consecutivo, o melhor lugar no mundo para dirigir é a Holanda, graças a sua amistosa condição do trânsito e uma sólida qualidade das ruas e de infraestrutura. O Top 5 é completado pela França, Estados Unidos, República Tcheca e Suécia.
Onde é bem difícil ser motorista? El Salvador, Filipinas, Guatemala, Panamá e Indonésia são os lugares menos satisfatórios, devido ao seu intensíssimo trânsito, baixo nível de Wazeyness e fatores socioeconômicos.


No ranking por cidade, França domina com Valence no primeiro lugar, graças à boa qualidade das suas ruas, baixos preços de combustível, pouco trânsito e uma comunidade Waze que ajuda muito; outras 9 cidades francesas ocupam as posições do Top 10. A ganhadora do ano passado, a cidade de Greensboro (Estados Unidos) desceu para a posição número 5, empatando com Avignon (França).


No extremo oposto, Cebu (Filipinas) é a pior cidade do mundo para dirigir, seguida de Bogor (Indonésia), San Salvador (El Salvador), Denpasa e Bandung (Indonésia).


O Brasil ocupa a terceira posição na América Latina (atrás de Porto Rico e Argentina, nessa ordem) e a posição número 20 no mundo. O país tem uma das maiores redes de motoristas - só na Grande São Paulo, por exemplo, o Waze conta com cerca de 3 milhões de usuários ativos mensalmente que dirigem mais de 400 milhões de quilômetros com o app a cada mês.


Uma das descobertas interessantes deste ano é que, das 10 melhores cidades para se dirigir no país de acordo com a experiência do usuário no app, 6 estão localizadas no interior do estado de São Paulo: Sorocaba, Atibaia, Taubaté, Jacareí, Grande Campinas e Piracicaba. A melhor cidade para dirigir no Brasil é Volta Redonda (RJ), enquanto Maceió (AL) é considerada a pior.




Quer saber mais? Explore o ranking mundial no nosso mapa interativo em waze.com/driverindex e clique nos diferentes pontos para conhecer a pontuação dos diferentes países e cidades do mundo.

O relatório completo pode ser baixado aqui.

Wednesday, August 24, 2016

As ruas do Rio: As descobertas do Waze sobre a terceira semana

Esta é a última edição do nosso relatório "As ruas do Rio", com os resultados e as estatísticas da terceira semana. Por isso, gostaríamos de agradecer à dedicada rede de editores de mapas do Waze por todos os insights locais durante os Jogos, que nós combinamos com os dados recolhidos a partir do uso do semanal do app.



De domingo, 14 de agosto, a sábado, 20 de agosto, aqui está o que descobrimos:

  • Dia de maior movimento: Quarta-feira – No dia 17 de agosto, aconteceram sete finais de luta olímpica, todas realizadas em uma sequencia no final da manhã.
  • Hora de maior movimento: 18h – Como vimos na primeira semana, podemos atribuir isso aos típicos deslocamentos de início de noite.
  • Alertas – Os alertas de congestionamento, perigo e acidentes diminuíram na última semana.
  • Insights dos editores locais - Com o final dos jogos, o número de edições feitas no mapa do Waze permaneceu próximo do registrado da segunda semana, sendo bastante focado em fechamentos de ruas.

*Alertas não são absolutos - Diferentes usuários podem reportar o mesmo acidente.
**O Waze não é um patrocinador oficial e nem está afiliado aos Jogos Olímpicos; o objetivo do site é compartilhar insights sobre o tráfego local da mesma maneira que o app do Waze.